Google+ Badge

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Disse Gibran Khalil Gibran acerca da Religião


E um velho sacerdote disse: Fala-nos da Religião.
E ele disse:
Falei hoje de outra coisa?
A religião não é todos os feitos e toda reflexão,
E que não é nem feitos nem reflexão, mas uma maravilha e uma surpresa que surgem continuamente da alma, mesmo quando as mãos talham a pedra ou trabalham no tear?
Quem pode separar sua fé de suas ações, ou sua crença de suas ocupações?
Quempode distribuir as horas à sua frente e dizer: “Isto é para Deus e isto é para mim; Isto é para minha alma e isto é para meu corpo”?
Todas asvossas horas são asas que batem através do espaço, de ser em ser.
Seria melhor que aquele que usa sua moralidade como sua melhor roupa andasse nu.
O vento e o sol não farão buracos em sua pele.
E aquele que define sua conduta pela ética aprisiona seu pássaro que canta em uma gaiola.
A canção mais livre não vem através de barras e arames.
E aquele para quem a adoração é uma janela, para ser aberta e também fechada, ainda não visitou a casa de sua alma, cujas janelas estão abertas da aurora até a aurora.
Vossa vida diária é o vosso templo e a vossa religião.
Quando entrardes nela, levai convosco o vosso todo.
Levai o arado, a forja, a marreta e a harpa,
                            As coisas que fabricastes por necessidade ou gozo.
Pois, em verdade, não podeis elevar-vos acima de vossas realizações nem cairdes abaixo que vossos fracassos.
E levai-os todos convosco.
Pois, na adoração, não podereis voar mais alto que suas esperanças nem humilhar-vos mais abaixo que seu desespero.
E se conhecereis a Deus, que Ele não seja, portanto, o que resolve charadas.
Mas olhai ao vosso redor e O vereis brincando com vossos filhos.
E olhai para o espaço; O vereis caminhando nas nuvens, estendendo Seus braços no relâmpago e descendo com a chuva.
Vós o vereis sorrindo nas flores e elevando-se e abanando Seus braços nas árvores.